BUSCA
FALE CONOSCO
Apimec NacionalApimec Distrito FederalApimec Minas GeraisApimec NordesteApimec Rio de JaneiroApimec São PauloApimec Sul

 
Em 2010, o país apresentou crescimento de 7,5%.
 
« Voltar | Imprimir | Enviar para um amigo |  RSS | Versão em PDF

O produto Interno Bruto (PIB) do Brasil registrou crescimento de 2,7% em 2011 comparado ao ano anterior, impactado pelo aumento de 2,5% no valor adicionado e 4,3% nos impostos, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2010, o país apresentou crescimento de 7,5%.

Em valores correntes, a soma dos recursos produzidos pela economia nacional alcançou R$ 4,143 trilhões no ano passado, sendo o valor per capita em R$ 21,252 mil, alta de 1,8% no volume comparado ao ano anterior.

No último trimestre do ano, o Brasil apresentou crescimento de 1,4% ante mesmo período de 2010 e de 0,3% comparado ao trimestre diretamente anterior. 

O destaque do ano ficou para agropecuária (crescimento de 3,9% no volume de valor adicionado), seguido por serviços (2,7%) e indústria (1,6%).

O IBGE ainda apontou que, na análise da demanda, a despesa de consumo das famílias obteve alta de 4,1% no ano passado, enquanto a despesa do consumo da administração pública elevou 1,9%.

As exportações subiram 4,5% e as importações tiveram expansão de 9,7%, impactadas pela valorização do real, que apresentou taxa de câmbio de R$ 1,76 para R$ 1,67.

Em 2011, a taxa de investimento foi de 19,3% do PIB, abaixo dos 19,5% de 2010. Já a taxa de poupança ficou em 17,2%, inferior ao resultado do ano anterior, que marcou 17,5%.

Fonte: www.ultimoinstante.com.br

 
 
 
Envie para um amigo
» Nome do destinatário » E-mail do destinatário
» Seu nome » Seu E-Mail
» Comentário  
 


·· Palavra da Presidência
 
 
·· Eventos

» Próximos Eventos
 
 
·· Parceiros

 
 
·· REPRESENTAÇÕES

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
twitter
©2015 Apimec