BUSCA
FALE CONOSCO
Apimec NacionalApimec Distrito FederalApimec Minas GeraisApimec NordesteApimec Rio de JaneiroApimec São PauloApimec Sul

 
Maranhão garante investimentos de R$ 10,5 bilhões
 
« Voltar | Imprimir | Enviar para um amigo |  RSS | Versão em PDF

O Maranhão ganhará, até 2014, cerca de R$ 10,5 bilhões em investimentos. A afirmação foi feita pelo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), Luciano Coutinho, em reunião com a governadora Roseana Sarney, nesta quarta-feira ,21, no Palácio dos Leões.

Também participaram da reunião secretários estaduais, o diretor do BNDES, Guilherme Lacerda; o chefe da representação no Nordeste, Paulo Guimarães; o presidente do Banco do Nordeste, Jurandir Vieira Santiago, e empresários.

Na ocasião, a governadora apresentou um amplo programa que envolve ações de combate à pobreza, segurança, transportes, energia elétrica, infraestrutura, saúde e saneamento básico, gestão pública, com investimentos de aproximadamente R$ 2,3 bilhões, além dos projetos para o entorno dos grandes empreendimentos que estão se instalando no Maranhão, a exemplo da Hidrelétrica de Estreito, da Refinaria Prêmio I, em Estreito e das Usinas Termelétricas (UTEs).

Para Roseana, é imprescindível a parceria entre os governos federal e estadual na elaboração e execução de políticas públicas voltadas para o crescimento do estado.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, elogiou a carteira de investimentos do Maranhão . "Enxergamos aqui um conjunto de investimentos que poderão revolucionar a estrutura econômica do estado. Nos próximos três anos, nós poderemos chegar, em financiamento, a R$ 9 bilhões. Isso estaria refletindo a transformação social e econômica do Maranhão, uma vez que será possível a criação novos empreendimentos privados e ampliação da receita tributária. O Maranhão cresce e, também, o Brasil", destacou.

Para o secretário Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Mauricio Macedo, o programa Maranhão Profissional dará suporte às novas oportunidades econômicas do estado.

"A perspectiva desses empreendimentos é gerar cerca de 200 mil empregos diretos. E a maneira mais efetiva de se distribuir renda, além de se inserir as empresas maranhenses, é fazer com que a população se aproprie destes postos de trabalho. Esse é o esforço do Maranhão Profissional: qualificar 400 mil pessoas para atender toda a demanda", frisou. "Em menos de um ano, o Maranhão Profissional já registrou mais 100 mil matrículas em cursos de formação continuada e de educação formal", acrescentou.

Confira os dados:

Desembolsos gerais do BNDES para o Maranhão
em 2011 - R$ 2,7 bilhões
em 2010 - R$ 1,3 bilhões
crescimento de 103,5%

Números de operações

em 2011 - 9.977 operações

em 2010 - 5.090 operações

Crescimento de 96%



Fonte: Governo do Maranhão

 

 
 
 
Envie para um amigo
» Nome do destinatário » E-mail do destinatário
» Seu nome » Seu E-Mail
» Comentário  
 


·· Palavra da Presidência
 
 
·· Eventos

» Próximos Eventos
 
 
·· Parceiros

 
 
·· REPRESENTAÇÕES

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
twitter
©2015 Apimec