BUSCA
FALE CONOSCO
Apimec NacionalApimec Distrito FederalApimec Minas GeraisApimec NordesteApimec Rio de JaneiroApimec São PauloApimec Sul

 
Canal das Vertentes Litorâneas vai fomentar setor de agronegócio
 
« Voltar | Imprimir | Enviar para um amigo |  RSS | Versão em PDF

O Canal está orçado em R$ 956 milhões, aproximadamente, sendo 90% deste total oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), via Ministério da Integração Nacional, e 10% de contrapartida do governo estadual. A obra envolve a construção de 112 km de canal a céu aberto dentro de um perímetro irrigado de 15,7 mil hectares, que vai possibilitar investimentos no setor de agronegócios e beneficiar mais de 200 mil habitantes.

De acordo com o secretário de Estado de Recursos Hídricos, Meio Ambiente da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, o canteiro de obras já está sendo instalado, restando apenas a assinatura da ordem de serviço, para que os trabalhos comecem. O Vertentes Litorâneas visa garantir abastecimento de água para as cidades das bacias litorâneas, desenvolvendo a agricultura familiar (vilas rurais), a piscicultura e a agricultura empresarial e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida, com geração de emprego e renda no meio rural.

Do montante total de recursos destinado aos serviços, cerca de R$ 22 milhões serão investidos na supervisão e gerenciamento da obra.

Agronegócios - O Canal das Vertentes Litorâneas vai possibilitar grandes investimentos no setor de agronegócios da Paraíba. De acordo com Barbosa, é muito pequena a participação econômica do Estado neste segmento. Ele informou ainda que com o projeto do eixo de integração das vertentes litorâneas, serão revitalizados os perímetros irrigados do Vale de Sousa e do Vale do Piancó.

Extensão da obra - Faz parte da sustentabilidade hídrica as bacias dos rios Paraíba, Gurinhém, Miriri, São Salvador, Mamanguape, Araçagi e Camaratuba localizados nas regiões do Agreste e Litoral. Com 112,62 km de extensão, o projeto está dividido em três trechos: o primeiro com 40,76 km envolvendo a Barragem de Acauã e o Riacho Curimataú, onde serão beneficiados os municípios de Itatuba, Ingá, Mogeiro, Itabaiana e São José dos Ramos.

No trecho dois - que possui 54,22 km, partindo de Riacho Curimataú até o Rio Camaratuba -, os municípios beneficiados serão: Sobrado, Riachão do Poço, Sapé, Marí, Cuité de Mamanguape e Araçagi. No terceiro trecho, com 17,64 km, que vão do Açude Araçagi ao Rio Camaratuba, os municípios de Itapororoca e Curral de Cima é que serão os contemplados.

 

Fonte: Governo da Paraíba

 
 
 
Envie para um amigo
» Nome do destinatário » E-mail do destinatário
» Seu nome » Seu E-Mail
» Comentário  
 


·· Palavra da Presidência
 
 
·· Eventos

» Próximos Eventos
 
 
·· Parceiros

 
 
·· REPRESENTAÇÕES

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
twitter
©2015 Apimec