BUSCA
FALE CONOSCO
Apimec NacionalApimec Distrito FederalApimec Minas GeraisApimec NordesteApimec Rio de JaneiroApimec São PauloApimec Sul

 
Expectativa de empresários brasileiros é para crédito mais acessível este ano
 
« Voltar | Imprimir | Enviar para um amigo |  RSS | Versão em PDF

A maioria dos empresários  brasileiros sente que terá mais acesso a financiamento nos próximos 12 meses. Na outra ponta, os bancos já começam a se movimentar com corte de taxas para pessoas físicas. De acordo com o International Business Report (IBR) 2012 da Grant Thornton International, 60% dos executivos locais esperam que o crédito será mais acessível, resultado bem acima da média global de 27%. Apenas 19% dos entrevistados  disseram que o acesso a financiamento será menos acessível.


"O governo brasileiro tem tomado medidas para aquecer a economia e para o empresário local acompanhar esse ritmo com investimentos certamente precisará de mais crédito à melhores taxas, principalmente para pequenas e médias empresas", diz Javier Martinez, responsável pelo IBR na América Latina .


Das 40 economias participantes entre mais de 11.500 negócios pesquisados, as que mais empresários acreditam que terão melhor acesso a financiamento, além do Brasil, são o Peru (72%), a Índia e a Geórgia (ambos com 66%), Filipinas (62%) e o México e o Chile (ambos com 54%). Por outro lado, os executivos gregos (70%), Franceses (58%) e Holandeses (52%), são os que acreditam que o acesso a financiamento será menor.


A América Latina possui o maior percentual de empresários otimistas com o maior acesso a financiamento (56%), seguida pela América do Norte (39%) e Ásia (35%).


O IBR 2012 também pesquisou o sentimento do empresariado com relação ao suporte de credores neste ano. No Brasil, o cenário é bem otimista, com 72% dos executivos dizendo crer em um apoio de credores. Apenas 11% falaram que os credores não darão apoio aos negócios. Entre os mais otimistas com relação ao apoio dos credores estão Filipinas (91%), Geórgia (87%), Estados Unidos e Japão (ambos com 85%) e Peru e Emirados Árabes (ambos com 84%).


No México há o maior percentual de empresários que acreditam na falta de apoio dos credores (24%), seguida pelo Vietnã (22%) e Espanha (21%). Regionalmente, a América do Norte é a que mais acredita em suporte dos credores (51%), seguida pelo G7 (40%).




Fonte: Último Instante

 
 
 
Envie para um amigo
» Nome do destinatário » E-mail do destinatário
» Seu nome » Seu E-Mail
» Comentário  
 


·· Palavra da Presidência
 
 
·· Eventos

» Próximos Eventos
 
 
·· Parceiros

 
 
·· REPRESENTAÇÕES

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
twitter
©2015 Apimec