BUSCA
FALE CONOSCO
Apimec NacionalApimec Distrito FederalApimec Minas GeraisApimec NordesteApimec Rio de JaneiroApimec São PauloApimec Sul

 
Wall Street avança à espera de início das negociações de papéis do Facebook
 
« Voltar | Imprimir | Enviar para um amigo |  RSS | Versão em PDF

Os principais índices acionários de Wall Street seguem em alta após uma série de cinco quedas consecutivos, refletindo a expectativa dos investidores com o início das negociações do Facebook, minimizando as preocupações do mercado com o agravamento da crise da dívida na zona do euro. 

Há pouco, o índice Dow Jones subia 0,04%, aos 12.447 pontos; o S&P 500 avançava 0,15% para 1.306 pontos; e a bolsa eletrônica Nasdaq tinha queda de 0,04%, aos 2.812 pontos.

Na agenda local não está prevista a divulgação de indicadores econômicos nesta jornada. 

No Velho Continente, o Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês) da Alemanha subiu 0,2% em abril ante o mês anterior, de acordo com o escritório de estatísticas do país, o Destatis.

Em março, a taxa subiu 0,6% ante o mês diretamente anterior. A expectativa do mercado era de crescimento de 0,4% no confronto mensal.

Na comparação anual, o índice subiu 2,4%, após alta de 3,3% em março. Os especialistas estimavam alta de 2,6%.

Fora da agenda econômica, a maioria dos gregos, 88%, deseja que seu país permaneça no euro, embora também exijam que a União Europeia (UE) relaxe as medidas de austeridade e, se isso não ocorrer, estão abertos à possibilidade de voltar à moeda dracma.

Este é o resultado de uma pesquisa de opinião da empresa Pulse RC publicada nesta sexta-feira pela revista "To Pontiki". Segundo o estudo, 54% das pessoas entrevistadas respondeu que quer permanecer no euro fazendo sacrifícios até certo ponto, mas se não houver outra forma, preferem voltar ao dracma; enquanto 34% se mostrou partidário de permanecer na moeda única a qualquer preço e 7% exigiu o retorno imediato ao dracma.

Essa é a primeira pesquisa sobre o tema desde o fracasso das negociações para formar um novo Governo após o pleito do dia 6, fato que estimulou os rumores sobre uma eventual saída da Grécia da zona do euro.

Além disso, é o primeiro estudo que vincula a opinião dos gregos sobre o euro (sempre majoritariamente a favor da moeda única) e as medidas de austeridade da UE (rebatidas pela maioria).

Fonte: www.ultimoinstante.com.br

 
 
 
Envie para um amigo
» Nome do destinatário » E-mail do destinatário
» Seu nome » Seu E-Mail
» Comentário  
 


·· Palavra da Presidência
 
 
·· Eventos

» Próximos Eventos
 
 
·· Parceiros

 
 
·· REPRESENTAÇÕES

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
twitter
©2015 Apimec